Parque das Allamandas - Cemitério e Crematório
CENTRAL ADMINISTRATIVA 43 3371.8200

Produtos

JAZIGO



Clique aqui para saber mais sobre promoções 

 

 Quando os jazigos (túmulos, covas) e sepultamentos de corpos?

No Final do século XVII, foi decretado que por questão sanitária, os sepultavam seus fiéis da igreja locais, isso não era novidade para alguns povos, porém foi novidade para os corpos católicos, que sepultavam seus fiéis da igreja, o que era muito comum na Europa.

No Brasil colonial e imperial   existem até o ano 1820, foram proibidos, momentos que terminam os primeiros cemitérios

A urbanização acelerada foi um dos motivos para serem abertos cemitérios coletivos a céu aberto.

Já o traje de velar os corpos tem outra origem. É provável que esse ritual tenha surgido na Idade Média. O nome “velório” surgiu das velas.

O que é um jazigo?

O jazigo ou o túmulo é um espaço onde também são reconhecidos os caixões queridos, nos quais são enterrados / sepultados os corpos dos entes queridos.

Existem dois tipos de jazigos: o permanente e temporário.

Normalmente nos cemitem os jazigos (alugados), porém uma família não é preparada (não privadamente a prazo) para eles serem usados ??por 3 anos e meio usados. Após esse tempo os restos atribuídos são registrados para outro cemitério ou um ossuário.

Já o jazigo perpétuo, uma família pode adquirir e é repassado para as mais recentes gerações.

Qual a diferença entre jazigo de uso futuro e jazigo de uso imediato?

- Uso futuro:
A família adquire para uso futuro, onde a família pode fazer um planejamento antecipado, pagar em parcelas que menores e de forma que não prejudique o orçamento familiar

- Uso imediato:
Aquisição de jazigo pela família quando já houve o falecimento, também chamado de "pronto atendimento". Normalmente são bem diferentes da compra, e conforme as condições de pagamento também, jazigo já será utilizado imediatamente como preventivo ou preventivo.

 

Quais são os tipos de jazigos?

No Parque das Allamandas existem 3 modelos de jazigos, distribuídos nas quadras:

 

JAZIGO TRADICIONAL

 

 

3 gavetas sem área de serviços;

Indicado para famílias menores;

Acomodações de sepultamentos e restos de hospedagem exumados.

 

JAZIGO 3 COM ÁREA  

3 gavetas com área de serviços;

Indicadores para famílias médias;

Maior flexibilidade para exumações;

Acomodações de sepultamentos e restos de hospedagem exumados.

 

 

JAZIGO 6 COM ÁREA

6 gavetas com área de serviços central;

Indicadores para famílias médias e grandes;

Maior flexibilidade para exumações;

Acomodações de sepultamentos e restos de hospedagem exumados.

Quadras disponíveis com os jazigos tradicionais: Quadra 02, 04, 07A e 12. Quadras com jazigos de 3 gavetas com área e 6 gavetas com área: Praça da Árvore (quadras, 18,19,22 e 23).
 

Qual a diferença entre os cemitérios horizontal, vertical e parque?

- Cemitério Horizontal

É um dos cemitérios mais comuns que existem. São sepultados de forma perfeita/enterrados possuem uma área aberta com jazigos, totalmente de mármore e mármore. Nos mais antigos encontra-se esculturas, estátuas e mausoléus. Os sepultamentos dos túmulos são agradáveis, porém a estrutura dos túmulos é de horizontal.

- Cemitério Vertical

Com falta de espaço de necessidade os cemitérios previstos para as grandes cidades. As gavetas são feitas verticalmente. São vistos como uma saída ambiental. Os corpos são sepultados acima do solo, em locais chamados “lóculos”. A família pode posteriormente cremar os restos possíveis e posteriormente apenas os mesmos como cinzas nos.

- Cemitério Parque

Os Cemitérios Parques inovaram o conceito de preservação da memória dos que partiram. O Cemitério Parque apresenta um conjunto paisagístico harmonioso, onde predomina a natureza, serenidade e respeito, beleza-se propício para os momentos de evocação e reflexão; e se diferenciando também por não permitir qualquer tipo de construção acima da superfície. São vistos atualmente como locais de paz e com a natureza, sem ter harmonia o “clima pesado” dos cemitérios tradicionais.

O que é Exumação?

A retirada dos res- tantes, prevê a reutilização do jazigo / sepultura, aprovisionando a reutilização do jazigo específico, também conhecida como caixa ossuária, permitindo a reutilização do jazigo.

acordo com o artigo51 do decreto estadual nº 16.017/80, precisa ser definido para o período de anos após o período necessário para o corpo já ter sido decomposto.

  • Por que fazer uma Exumação?

Alguns motivos levam a necessidade de realização de uma exumação, dentre eles: a superlotação de cemitérios públicos, mudança da família para outra cidade, por opção de troca de cemitérios ou solicitação da justiça para confirmar a causa da morte

  • Como funciona o processo de rescisão do processo de proteção para o Parque das Todos?

A família que possui no Parque das Allamanda um cemitério de pessoas sepultadas, pode realizar e levar os restos de um cemitério para os mesmos que jázigo no Parque.

O proprietário do jazigo que possui um jazigo declaração de que possui um jazigo no Parque das Allamandas e que apto a receber os restos da família recebe este nome da pessoa falecida que a deseja que seja trasladar. Esta declaração vai para o cemitério de origem, se este for particular ou fora de Londrina, ou para o Acesf (no caso de Londrina) se for um cemitério municipal. Posterior é agendada a data da exumação no cemitério de origem e data do sepultamento no Parque das Allamandas, na mesma data.

Não é possível realizar o ressarcimento de uma declaração ex-declaração de qualquer cemitério, sem que seja possível o destino final: o sepultamento de uma restauração exequível, não é possível criar: o sepultamento de outro cemitério ou a creação.

  • Por que fazer a compra antecipada?

Sabemos que a morte é um assunto que ninguém quer tratar, mas extremamente necessário e certo para todos nós. Através da compra do jazigo a sua família, torna menos oneroso e doloroso para os familiares.

A aquisição antecipada garante uma comodidade em relação aos pagamentos que podem ser facilitados e mais adequados ao orçamento familiar, além da tranquilidade da despedida do ente querido.

Além disso, adquirindo um jazigo no Parque das Allamandas, a família estará amparada e terá todo o suporte das nossas assistentes familiares, o que faz toda a diferença em um momento tão difícil e com tantas decisões a serem tomadas.

  • Quantos sepultamentos posso realizar em um jazigo?

Em um jazigo tradicional com 3 gavetas, podem ser realizados simultaneamente até 3 sepultamentos (3 caixões/urnas), desde que todas as gavetas estejam desocupadas.

Já com relação aos restos mortais, os jazigos tradicionais de 3 gavetas comportam até 18 sepultamentos (caixas ossuárias)

  •  Qual a diferença entre túmulo e jazigo?

O jazigo é um local com uma placa subterrânea pré-moldada para realização dos sepultamentos. Já o túmulo é o local onde são colocados os corpos, sendo que o tamanho difere e pode ficar inteiramente ou parcialmente no subsolo.

Na prática os dois referem-se a locais destinados ao sepultamento de corpos, podemos utilizar os dois termos pois estão corretos.

  • Como faço para localizar meu jazigo?

No Parque das Allamandas, os jazigos são localizados e distribuídos por quadras, facilitando assim a identificação dentro do parque.

Além disso, as informações sobre falecidos, sepultamentos, eventos, serviços realizados são todas informatizadas, sendo muito simples identificar e localizar os jazigos familiares dentro do Parque.

  • O que são jazigos de tamanhos especiais?

São jazigos que comportam até 500 kg e com medidas maiores que os tradicionais. Esses jazigos são destinados a urnas de tamanhos especiais, que podem ter medidas maiores tanto na largura quanto no comprimento.

No Parque das Allamandas temos disponíveis em algumas quadras os jazigos de tamanhos especiais, para atender às necessidades das famílias

 

  • Qual a diferença de tamanho das medidas de um jazigo tradicional e um jazigo de tamanho especial?

Jazigo tradicional com três gavetas.
Comprimento 2,15 metros
Largura 0,80 metros
Altura 0,55 metros

Jazigo especial três gavetas, acima da medida padrão.
Comprimento 2,35 metros
Largura 0,95 metros
Altura 0,75 metros

  • Quem pode autorizar a abertura de um Jazigo para o sepultamento?

Podem ocorrer as seguintes situações:
- A abertura de um jazigo pode ser autorizada pelo proprietário ou pelo procurador do contrato.
- No caso de falecimento do proprietário (Titular), se não houver um Procurador no contrato, a autorização poderá ser solicitada por membros da família, sendo estes parentes de primeiro grau do titular, com apresentação de documentos que comprovem o grau de parentesco.

  • Como é realizado o sepultamento em um cemitério Parque?

O sepultamento é realizado descendo o caixão de forma horizontal até a última gaveta (caso essa esteja desocupada), com a ajuda de um descensor. Em seguida, são alocadas as placas de concreto, vedando a gaveta onde o caixão foi colocado. Os sepultamentos seguem a ordem das gavetas, sendo a primeira gaveta utilizada, a última do jazigo de cima para baixo.

A abertura dessas placas só ocorrerá novamente após o prazo de 3 anos em que é permitida a realização da exumação

  • Londrina possui funerárias?

Em Londrina, a única empresa autorizada a fazer serviços funerários é a ACESF (ADMINISTRAÇÃO DOS CEMITÉRIOS E SERVIÇOS FUNERÁRIOS DE LONDRINA). Dentre as atividades que ela realiza estão:

- Venda / Fornecimento de urnas ou caixões mortuários;
- Realizar a remoção dos corpos,
- Realizar a instalação e manutenção das salas de velório públicas
-  Autorizações e fiscalizações daqueles pertinentes a cemitérios públicos e particulares;

Quando o óbito ocorre fora de Londrina, a responsável pelo transporte dos corpos (também conhecido como traslado), por estradas de rodagem, também é a Acesf. 

  • Como faço para adquirir um jazigo?

Para aproveitar as melhores condições de compra preventiva entre em contato conosco pelo WhatsApp ou telefone, os nossos consultores irão apresentar o parque e todos nossas promoções.

(43) 3371-8200

Outra opção é clicar no link abaixo, deixar nome e contato, que um de nossos consultores entrará em contato com você.

  • O que é transladação ou traslado?

A transladação é o transporte do corpo ou restos mortais de um lugar para o outro, seja de um cemitério para outro ou para outra cidade ou até mesmo outro país, para a realização do sepultamento.

Existem algumas regras, específicas de cada cemitério. Por isso, é bom o titular ir até o cemitério de origem para saber todos os processos necessários, para lhe ajudar nesse momento.



Clique aqui para saber mais sobre nossas promoções 
 

  • Quais são os documentos necessários para adquirir um jazigo?

Para adquirir um jazigo, é necessário ter mais de 18 anos (maior de idade) e apresentar os seguintes documentos:
- CPF
- RG
- Comprovante de residência

  • Quais são os documentos necessários para realizar uma transferência de restos mortais?

O Titular do jazigo deve comparecer ao cemitério de destino com a certidão de óbito da pessoa falecida e documento pessoal do titular do jazigo.Precisa ir ao cemitério desejado para dar entrada no atendimento e retirar declaração para inumação (sepultamento) de RM (carta de autorização).Depois com esse documento em mãos ir até a ACESF (se caso for em Londrina) para fazer a solicitação para a exumação e realizar a transferência.

  • Na compra do jazigo já estão inclusos os Serviços Funerários?

Não. Quando a família adquire um jazigo, está adquirindo apenas o direito de uso do jazigo. Para ter a cobertura completa dos serviços funerais, é preciso adquirir também um Plano de Assistência Funeral.

No Parque das Allamandas, temos a opção de adquirir esse plano juntamente com o jazigo, e as parcelas serem todas unificadas em um único boleto, com condições especiais e parcelamentos a longo prazo, para facilitar para a família.

Para os clientes que já possuem jazigo, é possível adquirir somente o Plano Funeral também.

Adquirindo o Plano funeral Allamandas você investirá uma pequena quantia mensal, e sua família estará coberta de todos os serviços funerais como: Urna funerária padrão 2 ACESF (0,61 cm de largura, 2,10 cm comprimento e 0,40 cm de altura), serviço de preparação padrão ACESF, Traslado de 200 Km (Ida 100 km e volta 100 km), despesa de locação de sala de velório individual, despesa de sepultamento no Parque das Allamandas, coroa de flores, serviço de copa, assistente familiar para auxiliar a família nos trâmites e documentos necessários, 1 (uma) Lápide  Completa (apenas no Parque), 1(uma) despesa de transferência de restos mortais com destino ao Allamandas 1(uma) Cremação Simples (Allamandas).

 

  • O que é ossuário? Para que serve?

O Ossuário é um local onde são depositados os ossos (restos mortais) dos falecidos.

Serve para pessoas que não são identificadas ou também para pessoas que não tem condições financeiras para adquirir um jazigo, e por esse motivo não tem um local para depositar os restos mortais.

Os restos mortais exumados, após o período de 3 anos e meio, são colocados em um ossuário, previamente identificados. Permanecem no ossuário até que a família solicite os restos mortais, ou de forma permanente.

  • O que são mausoléus?

Mausoléu é uma tumba grande, normalmente construída para falecidos muito importantes e influências no mundo inteiro. São construções feitas antigamente para abrigar reis, líderes religiosos, após o óbito (morte).

  • O que é lápide?

É uma pedra localizada em cima de um túmulo / jazigo de um cemitério ou na frente da “sepultura” em cemitérios tradicionais. Na láde é gravado o nome do falecido, a data do nascimento e os dados do falecimento.

No Parque das Allamandas, cada lápide comporta até 6 placas com nome, data de nascimento e data de falecimento.

  • Quais são os tipos de morte?

Morte Natural:  ocorre como consequências da doença pré-existente ou fatores internos do corpo.
Morte Suspeita:  ocorre quando as circunstâncias que levaram ao óbito ocorreram.
Morte Violenta (acidental):  ocorre em consequências de fatores externos e inesperados, como acidente de trânsito, homicídio, suicídio, acidente, incêndio, explosão, etc.

Confira nossas mídias
Acompanhe nossas redes sociais